Header Ads

A Bíblia é realmente a Palavra de Deus?

A Bíblia é realmente a Palavra de Deus?
Não há dúvida de que esta é uma questão importante. Se a Bíblia é a Palavra de Deus, ela muda tudo - a maneira como vemos a vida, o modo como vivemos a vida e as escolhas que fazemos. Se a Bíblia é a Palavra de Deus, então a Bíblia é verdadeira, e o fracasso em seguir, obedecer e crer terá consequências eternas. Ignorar a Palavra de Deus é ignorar o próprio Deus.

O amor de Deus é provado pela existência da Bíblia. Deus não tinha que se comunicar com a humanidade, mas Ele escolheu para que pudéssemos conhecê-Lo, desfrutar de comunhão com Ele, e compreender a nós mesmos e o mundo. Se Ele não tivesse dado o primeiro passo para revelar-se a nós através de Sua Palavra, simplesmente não O conheceríamos, e seríamos deixados a deduzir o que poderíamos sobre o mundo do que poderíamos sentir. Mas Deus nos mostrou graciosamente a Verdade, e ela está contida na Bíblia. Uma vez que Deus é o nosso Criador (Isaías 40:28), Ele é a nossa autoridade (Isaías 43:15), e Sua Palavra é a autoridade final para a humanidade, e a única prova inteiramente digna de confiança moral (1 João 2:5). Ela explica a vida e a morte e nos dá uma clara compreensão do certo e errado.

Então, como sabemos com certeza que a Bíblia que temos é a verdadeira Palavra de Deus? A Bíblia poderia ser apenas outro livro sagrado? Qual é a evidência de que a Bíblia que compramos na livraria hoje é verdadeiramente a Palavra de Deus? Em primeiro lugar, a própria Bíblia afirma ser a Palavra de Deus, em 2 Timóteo 3:15-17, que diz: "e que desde a infância sabes as sagradas letras, que podem fazer-te sábio para a salvação, pela que há em Cristo Jesus. Toda Escritura é divinamente inspirada e proveitosa para ensinar, para repreender, para corrigir, para instruir em justiça; para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente preparado para toda boa obra".
Este é um exemplo de uma evidência "interna" de que a Bíblia é a Palavra de Deus. As evidências internas são aquelas coisas declaradas dentro da Bíblia que reivindicam sua origem divina. Algumas outras evidências internas são a unidade da Bíblia, as profecias cumpridas na Bíblia e a autoridade única e poderosa da Bíblia. Será que a Bíblia é apenas um conto de fadas?

A unidade da Bíblia significa que, embora tenha sido escrita por mais de 40 autores diferentes em três continentes, em três línguas diferentes, e é composta de 66 livros individuais, é coesiva até o último detalhe. Cada suposta contradição na Bíblia pode ser respondida de forma satisfatória. Não há erros, e tudo funciona em conjunto perfeitamente. Isso é um milagre!

As profecias cumpridas na Bíblia também indicam que ela é a Palavra de Deus. Centenas de profecias sobre futuros reinos e nações, e mais importante, o Messias, foram ditas e depois cumpridas, às vezes centenas de anos depois. Tudo isso está registrado na própria Bíblia. Ao contrário de muitas profecias modernas, as profecias nas Escrituras são muito detalhadas e são cumpridas exatamente. Não há nenhuma maneira de isso acontecer por acaso. A única resposta é que a Bíblia é de origem divina.

A autoridade e o poder únicos da Bíblia são outra evidência interna da sua origem divina. Esse poder é revelado pelos milhões de vidas que foram mudadas por ele ao longo da história humana. Os mártires deram suas vidas para preservar sua verdade. Os pecadores ao longo dos tempos foram condenados e transformados por ela, corações destruídos foram curados pela voz reconfortante de Deus que vem através de suas páginas, e a salvação foi graciosamente disponibilizada através de seu registro da vida e sacrifício de Jesus Cristo. Nenhum outro livro na história humana tem o poder de mudar vidas como a Bíblia, a Palavra do Deus que criou a vida.

Além das evidências internas, há também evidências externas de que a Bíblia é a Palavra de Deus. A historicidade da Bíblia, a integridade de seus autores humanos e sua indestrutibilidade.
A "historicidade da Bíblia" significa que ela é verdadeira e precisa para os eventos históricos registrados por fontes não-religiosas. Os eventos arqueológicos e os escritos históricos provam que a Bíblia é verdadeira. É o livro mais documentado do mundo antigo. Os registros históricos precisos encontrados na Bíblia nos dão prova de sua veracidade sobre assuntos espirituais.

A integridade de seus autores humanos é outra evidência externa de sua veracidade. Quando as vidas dos autores das Escrituras são estudadas, eles são considerados homens honestos. Sua vontade de morrer pelo que acreditavam mostra que tinham certeza de seus testemunhos. Aqueles que escreveram o Novo Testamento (e centenas de outros) tinham visto Jesus Cristo depois que Ele ressuscitou dentre os mortos. Se eles estivessem mentindo sobre vê-lo, não há dúvida de que pelo menos um deles teria sido relutante em morrer por aquilo que ele acreditava ser falso. Mas todos os apóstolos, sem exceção, permaneceram fiel a seus testemunhos até o fim de suas vidas (1 Coríntios 15:6).

A indestrutibilidade da Bíblia é outra forte evidência de que ela é realmente a Palavra de Deus. Por causa de sua mensagem ofensiva, que em contraste com todas as outras religiões, humilha a capacidade do homem de salvar a si mesmo e fornece a necessidade da graça de Deus (Efésios 2:8-9), a Bíblia tem suportado mais ataques e tentativas de eliminá-la do que qualquer outro Livro na história. Desde os primeiros romanos, até os ditadores comunistas, ateus e agnósticos do modernismo e do pós-modernismo, a Bíblia sobreviveu e ainda é publicada mais do que qualquer outro livro mundial.

Ao longo dos séculos, os escarnecedores chamaram a Bíblia de mito, mas os registros arqueológicos provaram sua historicidade. Outros denunciaram seus ensinamentos como desatualizados e inúteis, mas seu impacto positivo nos sistemas morais e legais das culturas em todo o mundo é inegável. Cientistas, psicólogos e políticos continuam a atacar a Bíblia, mas sua verdade nunca foi refutada e sua luz nunca foi apagada. Ele continua a mudar vidas e culturas exatamente como fez há 2.000 anos. Deus protege sobrenaturalmente a Bíblia, provando que ela é de fato a Sua Palavra, exatamente como ela afirma ser. Jesus disse: "O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras não passarão" (Marcos 13:31). Quando toda a evidência está diante de nós, não há dúvida de que a Bíblia é verdadeiramente a Palavra de Deus.

Você deseja ser um pregador? Preparar seus próprios sermões? Tenho uma grande novidade para você!

Kit Curso Pregador Completo! Como preparar sermões e pregar a Bíblia! Conheça as ferramentas e técnicas para se tornar um exímio pregador e um orador eficaz!

Se você deseja um curso prático para se tornar um grande Pregador, terá à disposição um excelente material! Clique Aqui para adquirir seu kit.

Nenhum comentário

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:
1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

Tecnologia do Blogger.