Header Ads

Reconhecendo a soberania de Deus

Reconhecendo a soberania de Deus
"Pela fé José, estando próximo o seu fim, fez menção da saída dos filhos de Israel, e deu ordem acerca de seus ossos" (Hebreus 11:22).

Deus usa suas circunstâncias atuais para realizar Seus propósitos futuros.

Como Abraão, Isaque e Jacó, José era um herdeiro das promessas da aliança de Deus. Sua esperança estava firme em Deus, e ele sabia que algum dia seu povo estaria em casa na Terra Prometida.
Apesar de ter passado toda a sua vida adulta no Egito, nunca vendo a Terra Prometida por si mesmo, a fé de José nunca vacilou. No final de sua vida, ele instruiu seus irmãos a remover seus ossos do Egito e enterrá-los em sua futura pátria (Gênesis 50:25). Esse pedido foi cumprido no Êxodo (Êxodo 13:19).

Mas a fé de José não estava apenas nas promessas de eventos futuros, pois sua vida foi marcada por uma confiança excepcional em Deus e na integridade pessoal. Sua compreensão da soberania de Deus era única entre os patriarcas. Mesmo tendo sofrido muito por causa dos malfeitores (incluindo seus próprios irmãos, que o venderam como escravo), José reconheceu a mão de Deus em cada evento de sua vida e se submeteu à Sua vontade.

José disse a seus irmãos: "não vos entristeçais, nem vos aborreçais por me haverdes vendido para cá; porque para preservar vida é que Deus me enviou adiante de vós…, para conservar-vos descendência na terra, e para guardar-vos em vida por um grande livramento. Assim não fostes vós que me enviastes para cá, senão Deus, que me tem posto por pai de Faraó, e por senhor de toda a sua casa, e como governador sobre toda a terra do Egito" (Gênesis 45:5, 7-8). Mais tarde, depois da morte de seu pai, ele os tranquilizou novamente: "Não temais; acaso estou eu em lugar de Deus? Vós, na verdade, intentastes o mal contra mim; Deus, porém, o intentou para o bem, para fazer o que se vê neste dia, isto é, conservar muita gente com vida" (Gênesis 50:19-20).

O talento da fé de José era compreender o papel que as atuais circunstâncias desempenham no cumprimento de promessas futuras. Ele aceitou a bênção e a adversidade da mesma forma porque sabia que Deus usaria ambos para realizar coisas maiores no futuro.

José é o exemplo clássico do Velho Testamento da verdade de que Deus trabalha todas as coisas para o bem daqueles que O amam (Romanos 8:28). Essa é uma promessa em que você pode confiar também.

Reafirme sua confiança na obra soberana de Deus em sua vida.

Você deseja ser um pregador? Preparar seus próprios sermões? Tenho uma grande novidade para você!

Kit Curso Pregador Completo! Como preparar sermões e pregar a Bíblia! Conheça as ferramentas e técnicas para se tornar um exímio pregador e um orador eficaz!

Se você deseja um curso prático para se tornar um grande Pregador, terá à disposição um excelente material! Clique Aqui para adquirir seu kit.

Nenhum comentário

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:
1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

Tecnologia do Blogger.