Header Ads

Para adquirir sabedoria, devemos aprender

Para adquirir sabedoria, devemos aprender
Outro passo para adquirir a sabedoria é que devemos aprender. O conhecimento que leva ao entendimento está disponível, tanto através da Palavra de Deus escrita como nos sábios conselhos que recebemos dos outros. Mas o simples fato de que o conhecimento está disponível não significa que vamos obtê-lo automaticamente. Devemos aprender por nós mesmos.

Se quisermos aprender, devemos procurar aprender. Isto é, devemos ter o desejo de aprender.
"O coração do inteligente busca o conhecimento; mas a boca dos tolos se apascenta de estultícia" (15:14).
Aquele que é inteligente, que deseja alcançar sabedoria, não vai esperar que o conhecimento chegue até ele. Ele vai buscar o conhecimento. Costumamos falar sobre a sabedoria vem com a experiência. Isto é verdade, mas ela não vem somente pela experiência. Devemos buscar o conhecimento que foi revelado por Deus e não ser como o tolo que se contenta com a loucura.
"O coração do entendido adquire conhecimento; e o ouvido dos sábios busca conhecimento" (18:15).
Nós já discutimos a importância de ouvir. Isto é, certamente, encontrado neste versículo também. Mas mais do que apenas ouvir, este versículo enfatiza a necessidade de buscar conselho sábio, ao invés de esperar tropeçar em cima dele. O coração irá adquirir conhecimento, levando a sabedoria, mas só depois de ouvir e buscar o conhecimento.
"O justo observa a casa do ímpio; precipitam-se os ímpios na ruína" (21:12).
Aquele que é justo (e sábio) irá considerar a casa do ímpio. Ele vai ver os problemas e dificuldades que vem como consequência da maldade. Ele vai observar a "ruína" dos ímpios. A versão King James enfatiza o fato de que o ímpio é julgado por Deus por sua maldade: "Deus destrói os ímpios na sua iniquidade". Aquele que é sábio aprende, não apenas por ouvir ou estudar a partir da palavra de Deus e aqueles que o ensina, mas, observando o caminho dos ímpios. Devemos aprender com os erros dos outros, porque nunca seremos capazes de cometer todos eles nós mesmos.
Ter o desejo de aprender é essencial. Mas alguns podem se perguntar se eles vão realmente ser capazes de adquirir sabedoria, ou se a busca da sabedoria será um exercício de futilidade. Enquanto a busca da sabedoria do mundo é inútil (Eclesiastes 1:17-18; 2:12-17), temos a certeza de que seremos capazes de aprender e adquirir sabedoria divina.
"Porque o Senhor dá a sabedoria; da sua boca procedem o conhecimento e o entendimento; ele reserva a verdadeira sabedoria para os retos; e escudo para os que caminham em integridade, guardando-lhes as veredas da justiça, e preservando o caminho dos seus santos. Então entenderás a retidão, a justiça, a equidade, e todas as boas veredas. Pois a sabedoria entrará no teu coração, e o conhecimento será aprazível à tua alma" (2:6-10).
A sabedoria que estamos considerando é a sabedoria que vem do alto. Porque é de Deus Todo-Poderoso, ele é capaz de distribuí-la de acordo com a Sua vontade, sem entraves. Tiago escreveu mais tarde: "Ora, se algum de vós tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente e não censura, e ser-lhe-á dada" (Tiago 1:5). Esta oração que Tiago mencionou não é atendida milagrosamente como foi com Salomão (1 Reis 3:5-12). Em vez disso, é respondida quando nós seguimos o caminho divinamente prescrito para se adquirir a sabedoria, como o livro de Provérbios discute - através da aprendizagem e da prática da Palavra de Deus. Quando seguimos a forma de adquirir a sabedoria de Deus, podemos ter a certeza de que vamos crescer em conhecimento e adquirir sabedoria. Salomão diz: "Então entenderás" e, "a sabedoria entrará em seu coração". A sabedoria diz: "Eu amo aos que me amam, e os que diligentemente me buscam me acharão" (8:17).
"Instrui ao sábio, e ele se fará mais, sábio; ensina ao justo, e ele crescerá em entendimento" (9:9).
Quando se começa a crescer em sabedoria e entendimento, enquanto continua com a mesma mentalidade e vontade de crescer, ele "vai crescer em entendimento" e "se fará ainda mais sábio". Crescer em sabedoria, é um processo que continua ao longo da vida.
"Os simples herdam a estultícia; mas os prudentes se coroam de conhecimento" (14:18).
Existem dois grupos de pessoas que não têm entendimento: aqueles que desejam adquirir o entendimento (descrito neste verso como "pudente") e aqueles que não têm interesse no entendimento (aqueles que são deliberadamente "simples"). Aqueles que permanecem sem conhecimento "herdarão a estultícia" e receberão as consequências que vêm com isso. Mas aqueles que são "prudentes" e se aplicam para entender a vontade de Deus serão "coroados de conhecimento".
"No coração do prudente repousa a sabedoria; mas no coração dos tolos não é conhecida" (14:33).
Uma vez que temos conhecimento, o que nos é dito que obteremos quando o buscarmos de acordo com a vontade do Senhor, vamos adquirir sabedoria também. Uma vez que a adquirirmos, a sabedoria vai descansar em nossos corações onde ele irá se manifestar em nossas vidas diárias. Da mesma forma, a falta de sabedoria do tolo também será manifestada. Na segunda parte deste versículo, a versão NVI diz: "mesmo entre os tolos ela se deixa conhecer".
No entanto, embora haja uma promessa de que vamos aprender se procurarmos aprender, o livro de Provérbios também nos ensina que há alguns que não irão aprender. Notemos as razões para isso.
"Os sábios entesouram o conhecimento; porém a boca do insensato é uma destruição iminente" (10:14).
Mais uma vez, aqueles que agem sabiamente irão adquirir conhecimento. No entanto, se alguém não parar de falar, "mas tão somente em revelar a sua opinião” (18:2) o tempo suficiente para ouvir, ele não aprenderá (10:8).
"O escarnecedor busca sabedoria, e não a encontra; mas para o prudente o conhecimento é fácil" (14:6).
Este versículo fala sobre aquele que "busca a sabedoria", mas "não a encontra". Embora nós já observamos como o desejo de aprender é essencial (15:14; 18:15), o desejo por si só não é suficiente. Pode-se afirmar que deseja sabedoria, e, portanto, buscar, mas se é um "escarnecedor", ele não terá em conta a instrução que o levaria a adquirir sabedoria. Portanto, embora ele procura por ela, em certo sentido, ele não vai adquirir sabedoria.
"A sabedoria do prudente é entender o seu caminho; porém a estultícia dos tolos é enganar" (14:8).
A estultícia engana o indivíduo fazendo o pensar que ele é realmente sábio. A estultícia é apresentada como sabedoria e é considerado como tal por muitos no mundo. No entanto, Paulo disse: "Porque a sabedoria deste mundo é loucura diante de Deus..." (1 Coríntios 3:19). Neste estado de engano em que se acredita que o que é tolo é realmente sábio, ele não vai ouvir ou aprender algo que é contrário à "sabedoria" que ele já conhece.
"As pernas do coxo pendem frouxas; assim é o provérbio na boca dos tolos"; "Como o espinho que entra na mão do ébrio, assim é o provérbio na mão dos tolos" (26:7, 9).
O provérbio entregue pelo conselheiro sábio é capaz de ajudar aquele que tem entendimento. No entanto, o tolo, embora ele possa conhecer o provérbio mesmo ao ponto de ser capaz de repeti-lo, ele não vai obter qualquer benefício a partir dele. Não é que ele não sabe o que é (está em sua boca, ele é capaz de falar dele), é que ele não entende e não pode aplicá-lo corretamente. Para ele, o provérbio é como as pernas para um coxo. Embora ele as tenha, ele não pode usá-la corretamente. Quando ele procura a sabedoria, que é agradável como uma rosa, ele sai sem a rosa, mas apenas com o espinho preso em sua mão. Porque ele não tem entendimento, ele não vai adquirir sabedoria e essa busca vã só vai trazer prejuízos para si mesmo.

Próximo: Para adquirir sabedoria, devemos ser humildes

Você deseja ser um pregador? Preparar seus próprios sermões? Tenho uma grande novidade para você!

Kit Curso Pregador Completo! Como preparar sermões e pregar a Bíblia! Conheça as ferramentas e técnicas para se tornar um exímio pregador e um orador eficaz!

Se você deseja um curso prático para se tornar um grande Pregador, terá à disposição um excelente material! Clique Aqui para adquirir seu kit.

Nenhum comentário

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:
1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

Tecnologia do Blogger.