Header Ads

O cristão pode fazer uma tatuagem? É pecado?

O cristão pode fazer uma tatuagem? É pecado?
Tatuagens são permitidas para um cristão? Há dois versos que todo mundo cita dizendo que fazer tatuagens está errado (Levítico 19:28 e 1 Coríntios 6:19). O cristão pode fazer uma tatuagem? Fazer tatuagem é pecado?

Simplificando, não há nenhuma restrição específica na escritura contra um cristão fazer uma tatuagem.

Olhando para os versos citados, a passagem de Levítico é encontrada na Lei da Antiga Aliança, e, portanto, não é vinculativo para um cristão sob a Nova Aliança. Os cristãos não estão debaixo da Lei (Romanos 6:14; Gálatas 4:4-5; 5:18).

Para aqueles que acreditam que os cristãos não devem fazer tatuagens ou que é pecado fazer tatuagens por causa de Levítico 19:28, você pode perguntar-lhes se eles estão preparados para observar o verso imediatamente anterior em Levítico 19:27: "Não cortareis o cabelo, arredondando os cantos da vossa cabeça, nem desfigurareis os cantos da vossa barba". Se não, então por que eles exigem um cristão guardar uma parte da Lei, mas não guardar toda a lei? Este é um exemplo do legalismo autocontraditório que enfraquece a igreja e confunde os fiéis. Como Tiago diz em 2:10, “Pois qualquer que guardar toda a lei, mas tropeçar em um só ponto, tem-se tornado culpado de todos”.

Em segundo lugar, o ensino em 1 Coríntios 6 está falando sobre evitar a imoralidade comprometida com o corpo. Especificamente, Paulo estava falando sobre a prostituição, e seu comentário em 1 Coríntios 6:19 instrui a igreja de Corinto a abster-se de participar em práticas imorais envolvendo a adoração de ídolos e outros tipos de libertinagem.

A declaração de Paulo de que devemos glorificar a Deus com nossos corpos automaticamente diz que fazer tatuagens é errado ou pecado? Nós diríamos que não. Por exemplo, uma tatuagem poderia ser projetada para glorificar a Deus, exibindo a frase "Jesus é o Senhor", ou talvez um verso da escritura e etc. Nesse sentido, uma tatuagem torna-se apenas mais uma forma de enfeitar o corpo, como brincos ou maquiagem. Podemos realmente afirmar que a Escritura ensina que é menos piedoso para um cristão fazer uma tatuagem de borboleta no tornozelo do que furar uma orelha ou usar maquiagem ou tingir o cabelo?

Por outro lado, se o cristão escolhe uma tatuagem inadequada (por exemplo, linguagem obscena ou imagens profanas), então a tatuagem seria um erro da mesma forma que mentir ou usar roupas indecentes é errado. A questão de fundo é a intenção e a mensagem de nossas ações que importa, mas não necessariamente a forma.

A mera existência de uma tatuagem não é errado ou pecado, por si só, e não viola os mandamentos específicos das escrituras para o cristão. No entanto, o cristão deve praticar o amor para com Deus e seu próximo ao decidir fazer uma tatuagem e qual desenho, frase ou imagem selecionar.

Portanto, o cristão pode fazer uma tatuagem? Bem, pessoalmente, eu nunca faria. Eu nunca marcaria o meu corpo permanentemente e eu não acho que é uma coisa sensata a fazer como um cristão, pois é algo que pode ser mal interpretado pelo "ímpio". Mas, esta é a minha opinião. Outros cristãos têm outras opiniões e cada cristão é livre para escolher o que ele ou ela deve fazer nesta questão. O cristão deve considerar seriamente as ramificações de uma marca permanente na pele - que muitas vezes inclui um estigma social. O cristão deve perguntar se é ou não é um bom testemunho e isso é algo que cada cristão individualmente deve decidir.

2 comentários:

  1. Muito esclarecedor, o importante mesmo é servir a Deus e agrada-lo de todo o nosso coração, então decidiremos com sabedoria.

    ResponderExcluir

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:
1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

Tecnologia do Blogger.