Header Ads

Por que Deus permitiu que Satanás tentasse Adão e Eva?

Por que Deus permitiu que Satanás tentasse Adão e Eva?
Por que Deus permitiu que Satanás tentasse Adão e Eva ao pecado? Será que isso pegou Deus de surpresa? Qual foi o proposito para a tentação no Jardim?

Por que a tentação no Jardim?

Quando Deus colocou a árvore no jardim que Adão e Eva estavam proibidos de comer, ele queria ver se eles iriam obedecer-lhe ou não. Ele disse, "mas da árvore do conhecimento do bem e do mal, dessa não comerás; porque no dia em que dela comeres, certamente morrerás" (Gênesis 2:17). É claro que Adão e Eva não morreram imediatamente, mas no devido tempo eles morreram pois tinham desobedecido a Deus. Não havia nada em particular especial sobre a árvore do conhecimento do bem e do mal, mas era o fato de que eles tinham uma escolha a fazer. Eles poderiam ouvir e obedecer a Deus ou escolher o seu próprio caminho. A humanidade tem escolhido seu próprio caminho desde então. Você pode dar uma olhada no mundo de hoje e ver os resultados. Quando eles desobedeceram a Deus, o pecado entrou no mundo, "Porque o salário do pecado é a morte" (Romanos 6:23a).

Deus disse, "Vê que hoje te pus diante de ti a vida e o bem, a morte e o mal" (Deuteronômio 30:15). Para a maior parte, nós sabemos qual caminho a humanidade escolheu, "Portanto, assim como por um só homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens, porquanto todos pecaram" (Romanos 5:12). Nós ainda preferimos o nosso próprio caminho ao de Deus. Basta assistir ao noticiário para ver que o mundo está em uma condição caída. Quando a humanidade decidiu escolher o seu próprio caminho, seu destino foi selado. Quando decidimos fazer nossas próprias escolhas, e hoje ainda estamos escolhendo o nosso caminho e não o de Deus, vemos que "Há um caminho que ao homem parece direito, mas o fim dele conduz à morte" (Provérbios 14:12). Esta afirmação é repetida com frequência na Bíblia: "Há um caminho que ao homem parece direito, mas o fim dele conduz à morte”. (Provérbios 16:25). O fato é que "Uma pessoa pode [mesmo] achar que os seus próprios caminhos são retos, mas o Senhor pesa o coração" (Provérbios 16:2).

Nosso Caminho ou Caminho de Deus

Quando Israel tentou governar a si mesmo, o caos foi o resultado. O antigo Israel queria um rei e o que desejavam era ser como as nações ao redor deles que tinham o seu próprio rei. Hoje, aqueles que ainda não são cristãos desejam ser como o mundo em volta deles. O que eles estavam fazendo não era tanto querer um rei, mas rejeitando a Deus como seu rei. Isso está registrado em 1 Samuel 8:4-9: “Então todos os anciãos de Israel se congregaram, e vieram ter com Samuel, a Ramá, e lhe disseram: Eis que já estás velho, e teus filhos não andam nos teus caminhos. Constitui-nos, pois, agora um rei para nos julgar, como o têm todas as nações. Mas pareceu mal aos olhos de Samuel, quando disseram: Dá-nos um rei para nos julgar. Então Samuel orou ao Senhor. Disse o Senhor a Samuel: Ouve a voz do povo em tudo quanto te dizem, pois não é a ti que têm rejeitado, porém a mim, para que eu não reine sobre eles. Conforme todas as obras que fizeram desde o dia em que os tirei do Egito até o dia de hoje, deixando-me a mim e servindo a outros deuses, assim também fazem a ti. Agora, pois, ouve a sua voz, contudo lhes protestarás solenemente, e lhes declararás qual será o modo de agir do rei que houver de reinar sobre eles". E desde então, a humanidade tem rejeitado a Deus como rei e não querem ninguém para governá-los. Os resultados têm sido desastrosos. É por isso que quando o rei de Israel não estava mais governando Israel, "cada qual fazia o que parecia bem aos seus olhos" (Juízes 17:6). Quando as pessoas decidem por si próprios a fazer o que é certo aos seus próprios olhos, ou nas suas próprias opiniões, sofrem as consequências.

Levado pelos nossos próprios desejos

Deus nunca nos tenta para o pecado (Tiago 1:13). Eva foi tentada e enganada por Satanás, mas Adão entrou nele com os olhos bem abertos. Lemos o relato de Gênesis 3:6: "Então, vendo a mulher que aquela árvore era boa para se comer, e agradável aos olhos, e árvore desejável para dar entendimento, tomou do seu fruto, comeu, e deu a seu marido, e ele também comeu". Observe que Adão não estava em algum lugar cuidando do jardim, mas Adão "estava com ela [e] comeu". Nenhuma desculpa para Adão. Satanás estava usando uma estratégia humana inteligente em tentar Adão e Eva como o apóstolo João escreveu, "Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não vem do Pai, mas sim do mundo" (1 João 2:16). Observe que as três concupiscências que João menciona estão neste comer do fruto proibido: Uma vez que o fruto escolhido deve ter apelado à sua natureza luxuriosa (concupiscência da carne) e que certamente parecia delicioso (concupiscência dos olhos) e Satanás disse que seriam como "Deus" depois que comessem, conhecendo o bem e o mal (a soberba da vida). O trio profano de recurso era demais. Desde então, os seres humanos têm nascido em um estado pecaminoso como o salmista disse: "Eis que eu nasci na iniquidade, e em pecado, minha mãe me concebeu" (Salmo 51:5) e, na verdade, "Alienam-se os ímpios desde a madre; andam errados desde que nasceram, proferindo mentiras" (Salmo 58:3) e "não há ninguém que faça o bem, nem um sequer" (Salmo 53:3).

Conclusão

Deus sabia que eles iriam escolher o pecado. Ele não foi pego de surpresa. O Cordeiro de Deus foi escolhido, antes mesmo da fundação ou criação do mundo, para ser o sacrifício sem pecado para resgatar e restaurar os seres humanos caídos (Apocalipse 13:8), e por isso Deus fez uma provisão para nós ... muito antes da queda no Jardim. Nós somos agentes morais livres e podemos escolher o que queremos e assim no jardim, "pela ofensa de um só, a morte veio a reinar por esse, muito mais os que recebem a abundância da graça, e do dom da justiça, reinarão em vida por um só, Jesus Cristo" (Romanos 5:17)! Deus ainda está permitindo que Satanás ou seus anjos caídos (demônios) nos tentem, mas Deus nunca, jamais tenta ninguém. Tiago escreveu: "Ninguém, sendo tentado, diga: Sou tentado por Deus; porque Deus não pode ser tentado pelo mal e ele a ninguém tenta" (Tiago 1:13). O fato é que, "Cada um, porém, é tentado, quando atraído e engodado pela sua própria concupiscência" por isso não podemos culpar a Deus (Tiago 1:14), porque "a concupiscência, havendo concebido, dá à luz o pecado; e o pecado, sendo consumado, gera a morte" (Tiago 1:15). Deus não nos deixa indefesos, porque "Não vos sobreveio nenhuma tentação, senão humana; mas fiel é Deus, o qual não deixará que sejais tentados acima do que podeis resistir, antes com a tentação dará também o meio de saída, para que a possais suportar" (1 Coríntios 10:13).

Hoje, os crentes enfrentam seu próprio trio profano da tentação; o mundo, a carne e o diabo e seus demônios. Mesmo depois que uma pessoa nasce de novo ela terá de enfrentar estes inimigos, mas podemos resistir uma vez que temos o poder do Espírito Santo e quando colocamos toda a armadura de Deus (Efésios 6:10-18) e podemos lutar contra o Diabo e resisti-lo e ele fugirá (Tiago 4:7). Nós não somos vítimas indefesas e não podemos culpar Adão e Eva por termos nascido em um estado de pecado, porque se tivéssemos lá, teríamos feito exatamente a mesma coisa. Hoje, quando pecamos, não temos Adão e Eva tocando em nossos ombros e dizendo: "Vá em frente, é bom". Não, nós somos levados por nossas tentações e quando as nossas tentações não são resistidas, elas dão luz ao pecado. A boa notícia é que Jesus preparou um caminho para nós escaparmos da ira de Deus. Como pode ser isso? Arrependendo-se de nossos pecados, confessando-os a Deus, e colocando nossa confiança em Cristo para nos salvar. Isso é possível porque Deus "Deus o fez [Jesus] pecado por nós; para que nele fôssemos feitos justiça de Deus" (2 Coríntios 5:21).

Nenhum comentário

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:
1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

Tecnologia do Blogger.